PROCEDIMENTOS

Biópsia é o procedimento no qual se colhe uma pequena quantidade de tecido ou células (amostra), mediante anestesia local, para posterior estudo em laboratório e diagnóstico de diversas doenças.

A crioterapia/criocirurgia é o resfriamento abrupto da pele, que provoca inúmeras alterações imunológicas e destruição de tecidos, sendo este um excelente aliado no tratamento de doenças de pele e também estético. Trata-se de método seguro e eficaz, quando bem utilizado.

Consiste na  aplicação de substância cáustica ou ácida sobre a lesão. Após o procedimento, a lesão pode apresentar aspecto esbranquiçado e ardor, convertendo-se em uma lesão crostosa na sequência, devido à morte das células gerada pelo proposital processo inflamatório.

Trata-se de exame realizado por meio de um moderno aparelho plugado a um computador, em que o médico é capaz de analisar as lesões de pele individualmente, de forma muito ampliada, a fim de verificar possíveis anomalias, bem como folículos pilosos e capilares de todo o corpo.

É um importante exame preventivo do câncer de pele.

Dermoabrasão ou o lixamento cirúrgico da pele é um procedimento estético no qual o cirurgião dermatológico lixa a pele com um instrumento abrasivo, visando melhorar a superfície da pele, tornando-a mais uniforme.

A eletrocoagulação é um procedimento cirúrgico utilizado para remover/destruir  inúmeros tipos de lesões cutâneas. Trata-se de procedimento rápido, pouco invasivo e bastante eficaz.

Consiste na retirada, mediante anestesia local, de lesões benignas, pré-malígnas e/ou malígnas.

Quando necessário, o material extraído é enviado para exame histopatológico, com o objetivo de confirmar o diagnóstico clínico e, também, para avaliar as margens cirúrgicas de segurança da lesão retirada.